RECEBA NOSSAS NOVIDADES

Assine agora para receber conteúdo de qualidade

Gama de Medeiros > Artigos > Artigos > Inovação, Investimentos e Startup > Elevator Pitch: como vender suas ideias em apenas um minuto

Elevator Pitch: como vender suas ideias em apenas um minuto

Luiz Fernando Gama de MedeirosArtigos, Inovação, Investimentos e Startup05 maio, 2017 23:05
Compartilhe nas suas redes sociais!

Confira nossas dicas para você elaborar um elevator pitch eficiente e conquiste o investidor perfeito para a sua startup. Não perca!

Elevator Pitch como vender suas ideias em apenas um minuto House e Wilson
E se você encontrasse um investidor no elevador, o que você diria sobre o seu negócio? Fique ligado, porque um Elevator Pitch pode acontecer quando você menos espera.

Antes de mais nada, você sabe o que é um pitch de vendas? Se a sua resposta foi não, permita que eu te explique.

Um pitch de vendas, ou em tradução literal – discurso de vendas – é uma forma de apresentar direta e resumidamente o seu negócio. Apesar de breve, o pitch deve ser conciso, objetivo e persuasivo para seduzir a sua plateia.

Seja durante um evento, uma reunião, ou mesmo durante uma conversa informal, um bom pitch pode ser um divisor de águas no momento de encontrar um investidor anjo, um cliente em potencial e, por que não, um futuro colaborador para a sua startup.

E se você encontrasse um investidor no elevador, o que você diria sobre o seu negócio?

Foi a partir desse questionamento que nasceu o termo Elevator Pitch. A ideia consiste em vender o seu produto ou apresentar a sua startup para um investidor em poucos segundos.

Deixa eu te explicar melhor. Sabe aqueles trinta ou sessenta segundos que você perde dentro do elevador todos os dias? Pois então, o conceito de elevator pitch sugere que, ao invés de conversar sobre o clima, você realize vendas de sucesso gastando o mínimo de tempo possível.

Parece difícil, não é mesmo? Mas fique calmo. Nós temos dicas valiosas para garantir que o seu elevator pitch seja um sucesso. Antes, entenda como surgiu o termo elevator pitch.

Uma breve história sobre o Elevator Pitch

Existem diferentes versões sobre a origem do termo. A mais conhecida envolve o editor da revista Vanity Fair, Michael Caruso.

Nos anos 90, Caruso travava uma luta diária para discutir ideias de pauta com seu editor-chefe. A dificuldade era sempre a mesma: falta de tempo para conversar.

Sempre criativo, Michael buscou variadas maneiras de resumir suas ideias enquanto dividia o elevador com o seu chefe.

Reza a lenda que todas as noites, sua então namorada, Ilene Rosenzweig, perguntava a ele como foram os seus elevator pitches (discursos de elevador). Assim teria nascido o termo.

No entanto, Daniel Pink conta uma versão diferente em seu livro To Sell is Human. Pink relata que a relação entre o elevator pitch e os elevadores, de fato, é um pouco diferente da história de Caruso.

Segundo o autor, o termo foi criado por Elisha Otis durante uma demonstração de elevadores, em 1853. Otis teria que demonstrar para uma plateia que os seus elevadores eram realmente seguros.

O público se negava a crer que aquela tecnologia poderia realmente evitar a queda de um elevador. O sistema evitaria o rompimento dos cabos de aço para oferecer mais segurança e viabilizaria a construção de prédios mais altos.

Seguro da eficiência de sua invenção, Elisha entrou em um elevador e pediu que alguns homens cortassem os cabos de aço com um machado.

Pink conta que, no momento em que os cabos se romperam, a plateia ficou estarrecida. Muitos gritaram de pavor segundos antes do sistema de Otis ser acionado.

Como era de se esperar, o dispositivo foi um sucesso. A apresentação também. E esta é a segunda versão mais conhecida sobre a origem do termo elevator pitch.

Bem, agora que você já sabe do que se trata, confira 5 dicas valiosas para você realizar um elevator pitch esmagador:

Elevator Pitch é a arte de vender o seu negócio em apenas um minuto

1. Deixe um gostinho de “quero mais”

Não tenha medo de se arriscar. Comece o seu discurso pelo final. Lembre-se de que você tem apenas um minuto para apresentar a sua startup. Seja breve, porém, marcante.

Use um call to action para despertar a curiosidade do investidor. Ofereça um desconto, um cupom, ou uma gratuidade. Se o seu produto for interessante e o seu discurso eficiente ele vai te procurar.

2. Foque nos problemas que o seu produto resolve

Seja sucinto, mas não seja superficial. Explique primeiro o problema que originou a ideia do seu produto. Foque nas dores do cliente.

É muito importante explicar a resolução desse problema sob a perspectiva do cliente. Se pôr no lugar do outro gera empatia e empatia é o primeiro passo de todo relacionamento bem sucedido.

3. Impressione no design

Nem sempre um elevator pitch acontecerá literalmente dentro de um elevador. Então, sempre que você dispuser de algum material de apoio para apresentar, valorize a qualidade do layout.

Se for em uma palestra, contrate um designer ou peça a alguém que entende de diagramação para produzir os seus slides. Um layout limpo e com pouco texto, por exemplo, prende muito mais a atenção da plateia. Detalhes importam!

4. Faça um discurso sedutor

Evite a superficialidade, mas não seja excessivamente técnico. Discursos prolixos são entediantes e rapidamente esquecíveis.

Explique todos os benefícios que a sua startup oferece à sociedade. Como ela ajuda a melhorar as vidas das pessoas. Mas tome cuidado para não aparentar arrogância. Seja suave na escolha das palavras e evite termos negativos.

Pesquisas indicam que perguntas são mais efetivas do que afirmações quando queremos conquistar alguém. Ainda que sejam perguntas retóricas, lembre do item 1 dessa lista. Use o benefício da dúvida a seu favor.

5. Não esqueça do Follow Up

Um minuto é pouco tempo? Sim, é. Mas é o suficiente para plantar uma sementinha que pode render bons frutos para o seu negócio. Entretanto, não esqueça que sementinhas não brotam sem cuidados.

Por isso, não espere que o cliente ou investidor encontre você. Vá você atrás dele. Não é preciso assediá-lo. Ninguém gosta disso. Mas consiga um e-mail, um número de WhatsApp ou marque um almoço.

Quer um exemplo de Elevator Pitch de sucesso? Então veja esse vídeo de Josh Light, CEO da CupAd:

Lembre-se que conseguir um investidor anjo para a sua startup passa por diversas etapas. O elevator pitch é apenas uma delas.

Não se esqueça de investir na qualidade do seu produto, na capacitação da sua equipe e, principalmente, inove sempre. Como dizem por aí, produto bom se vende sozinho. Mas com aquele empurrãozinho tudo fica mais fácil.

Gostou das nossas dicas? Então baixe o nosso aplicativo e receba muitos conteúdos de qualidade.

Compartilhe nas suas redes sociais!

Deixe o seu comentário!

comentários

Leave a reply



Av. Carlos Gomes, 1155 • Cjto 602
Bela Vista • Porto Alegre • RS
CEP: 90480-004

(51) 3330-3938

sac@gamademedeiros.com.br

Gama de Medeiros. Todos os direitos reservados © 2017