RECEBA NOSSAS NOVIDADES

Assine agora para receber conteúdo de qualidade

Gama de Medeiros > Artigos > Notícias > EUA e Europa cobram esclarecimentos do Facebook sobre vazamento de dados

EUA e Europa cobram esclarecimentos do Facebook sobre vazamento de dados

Andreza MendesNotícias21 mar, 2018 13:28
Compartilhe nas suas redes sociais!

Informações de mais de 50 milhões de usuários da rede social foram usadas por empresa ligada à campanha de Donald Trump.

Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, perdeu sozinho quase US$ 5 bilhões após escândalo. Foto: Divulgação.

O Facebook está sendo investigado sobre um possível vazamento de dados de milhares de usuários da rede social. Tudo começou com uma denúncia contra uma consultoria política de Londres, a Cambridge Analytica, que teria sido contratada pelo atual governo dos Estados Unidos para acessar de forma indevida os dados de 50 milhões de usuários. O objetivo era influenciar o voto dos eleitores durante a campanha de Donald Trump à presidência em 2016.

As informações foram coletadas por um aplicativo chamado thisisyourdigitallife (essa é sua vida digital, em português), que pagou centenas de milhares de usuários pequenas quantias para que eles fizessem um teste de personalidade e concordassem em ter seus dados coletados para uso acadêmico.

O app foi desenvolvido por Aleksandr Kogan, um pesquisador da Universidade de Cambridge, no Reino Unido (a universidade não tem ligações com a Cambridge Analytica).

Segundo informações do jornal Folha de SP, parlamentares dos EUA e Europa estão investigando como a consultoria obteve acesso aos dados e por que o Facebook não comunicou seus usuários.

Repercussão do caso

Com a repercussão do caso, a rede social teve queda na bolsa de valores, chegando a US$ 35 bilhões (ou aproximadamente R$ 115,5 bilhões) entre a manhã e o anoitecer de segunda-feira, e seguiram caindo nesta terça (20). Esta é a maior redução percentual em valor de mercado do Facebook em um só dia em quatro anos.

A Cambridge Analytica nega todas as informações publicadas pela mídia e diz ter eliminado os dados depois de saber que não estavam de acordo com as regras de proteção de dados. O Facebook contratou auditores forenses para investigar se a consultoria ainda possui os dados.

No entanto, a empresa teve que suspender a auditoria, depois do órgão de vigilância e proteção de dados do Reino Unido ter solicitado. O órgão alega que a ação poderia prejudicar a integridade das investigações pelos reguladores.

O que você acha sobre o assunto? Comente!

Compartilhe nas suas redes sociais!

Deixe o seu comentário!

comentários

Leave a reply



Av. Carlos Gomes, 1155 • Cjto 602
Bela Vista • Porto Alegre • RS
CEP: 90480-004

(51) 3330-3938

sac@gamademedeiros.com.br

Gama de Medeiros. Todos os direitos reservados © 2017