RECEBA NOSSAS NOVIDADES

Assine agora para receber conteúdo de qualidade

Gama de Medeiros > Artigos > Notícias > Netflix sofre ações trabalhistas

Netflix sofre ações trabalhistas

Luiz Fernando Gama de MedeirosNotícias10 ago, 2017 01:08
Compartilhe nas suas redes sociais!

Melhores condições de trabalho e salário compatível foram os motivos que moveram as ações trabalhistas contra a plataforma netflix. Saiba.

Netflix e as ações trabalhistas
Netflix e as ações trabalhistas

 

Em tempos de economia compartilhada surge uma onda de ações judiciais movidas por trabalhadores de companhias como Uber e Netflix.

Mesmo com elementos que caracterizem a relação, essas plataformas seguem contratando de forma errada.

Em 2016, duas ações trabalhistas foram movidas contra a Netflix onde o grupo de trabalhadores exigiu melhores condições, um salário compatível com as horas trabalhadas e um contrato real com a empresa.

Segundo advogados americanos, esses funcionários possuem boas chances de ganhar, mas ainda há um longo caminho a percorrer.

Condições precárias de trabalho

Não é porque os funcionários eram contratados e pagos para assistir as séries e filmes da plataforma Netflix com o fim de definir a melhor imagem para aparecer em destaque quando alguém os seleciona no site, que parece ser o trabalho dos sonhos.

Eles não possuíam um contrato de trabalho integral e recebiam apenas 10 dólares por título assistido.

Quanto a jornada de trabalho era restrita e os funcionários eram vigiados pela empresa com frequência.

E convenhamos:

10 dólares por título, considerando a duração de certos filmes ou episódios de séries, e que eles precisam trabalhar por 40 horas semanais,então ganhar pouco, serem cobrados demais e não possuir nenhum vínculo com a empresa, era quase impossível não surgir um processo em algum momento.

Por esses motivos, tramitam na justiça americana, dois processos diferentes movidos contra a Netflix, mas com o mesmo motivo.

Aumento de ações e leis trabalhistas distantes da nova realidade

Segundo informa  a advogada trabalhista Kate Gold, “há um conjunto de eventos, que incluem a proliferação de trabalhos da ‘economia compartilhada’ e o advento da legislação com penas rigorosas para erros de classificação”, observa.

E completa ainda, “as leis trabalhistas não acompanharam as novas realidades da economia do trabalho.”

Em fala para o The Hollywood Reporter, um procurador do trabalho também trouxe a questão da prática que pode se tornar comum nas ações como a movida pelos funcionários da Netflix.

Netflix contrata no Brasil

No final do mês de julho, a Netflix abriu seleção para vagas de tradutor para home office no Brasil neste link.

É preciso ficar de olho nos ítens das vagas para depois não incorrer no mesmo problema que os funcionários americanos.

O que achou do post? Comente!

Confira nosso Dicionário Empresarial Avançado e tire dúvidas relacionadas aos termos do mundo dos negócios.

E não esqueça de baixar o nosso aplicativo para manter-se sempre bem informado!

 

Compartilhe nas suas redes sociais!

Deixe o seu comentário!

comentários

Leave a reply



Av. Carlos Gomes, 1155 • Cjto 602
Bela Vista • Porto Alegre • RS
CEP: 90480-004

(51) 3330-3938

sac@gamademedeiros.com.br

Gama de Medeiros. Todos os direitos reservados © 2017