RECEBA NOSSAS NOVIDADES

Assine agora para receber conteúdo de qualidade

Gama de Medeiros > Artigos > Notícias > Deputada australiana denuncia o marido por colecionar pornografia infantil

Deputada australiana denuncia o marido por colecionar pornografia infantil

Luiz Fernando Gama de MedeirosNotícias12 set, 2017 18:47
Compartilhe nas suas redes sociais!

Ao descobrir o material contendo pornografia infantil que o marido guardava em casa, Rachel Carling-Jenkins foi direto à polícia para denunciá-lo. Saiba mais!

Rachel Carling-Jenkins denunciou seu marido à polícia por portar pornografia infantil
Rachel Carling-Jenkins denunciou seu marido à polícia por colecionar pornografia infantil | Foto: Aaron Francis/The Australian

Coragem. Esta é a palavra mais adequada para definir a atitude tomada pela deputada australiana Rachel Carling-Jenkins. Na última semana ela revelou para o mundo todo que havia denunciado o esposo para a polícia.

O motivo? Ela descobriu um acervo de pornografia infantil em meio às coisas do marido, Gary Jenkins e, junto com o seu filho, foi direto à polícia para denunciá-lo.

Em março, Gary Jenkins foi condenado a quatro meses de prisão, conforme o Canberra Times. Ele será obrigado a se reportar à polícia pelos próximos oito anos. O homem foi adicionado ao Sex Offenders Register (Registro de Delinquentes Sexuais).

Carling-Jenkins se pronunciou durante uma sessão do Parlamento do Estado australiano de Victoria, na última quinta-feira. No discurso emocionado, ela relatou o porquê do seu silêncio até então:

“Agora eu me encontro inconscientemente procurando os rostos de meninas que eu vejo nas ruas, angustiada quando um rosto desencadeia uma lembrança de uma foto ou um vídeo de uma menina pequena que eu vislumbrei em sua coleção”, disse.

Pornografia infantil e divórcio

A denúncia aconteceu em fevereiro de 2016. Foram 18 meses de silêncio que Jenkins decidiu quebrar somente agora.

A deputada do partido Conservadores Australianos disse que nunca havia suspeitado que seu marido fosse viciado em pornografia infantil.

A mulher contou também que esperou para falar sobre o crime praticado pelo marido para não interferir nas investigações policiais ou nos procedimentos judiciais, mas segundo ela, já era já era hora de representar os “sem-voz e vulneráveis desta história, as vítimas”.

“Meu casamento terminou imediatamente. Saí de casa no mesmo dia em que descobri o que estava acontecendo e não voltei, exceto quando fui buscar alguns pertences”.

Segundo reportagem da BBC Brasil, o marido de Carling Jenkins se negou a assinar os papéis do divórcio. Ele não quis chegar a um acordo sobre as propriedades e outros ativos do casal.

►Leia também: Como dar entrada no divórcio em 3 passos

“Não me arrependo, como mãe ou esposa, de ter denunciado esse crime horrível que ocorreu na privacidade do meu lar”, salientou.

Confira abaixo, na íntegra, o vídeo do depoimento em que Carling Jenkins fala abertamente sobre a denúncia contra o próprio marido por colecionar materiais contendo pornografia infantil:

Quer tirar todas as suas dúvidas sobre Direito Digital e ainda aumentar as suas vendas? Então baixe o nosso Guia Completo de Direito Digital para Negócios agora mesmo!

Compartilhe nas suas redes sociais!

Deixe o seu comentário!

comentários

Leave a reply



Av. Carlos Gomes, 1155 • Cjto 602
Bela Vista • Porto Alegre • RS
CEP: 90480-004

(51) 3330-3938

sac@gamademedeiros.com.br

Gama de Medeiros. Todos os direitos reservados © 2017