&noscript=1"/>

Desenvolvimento Pessoal

Baixa autoestima? Essas práticas espirituais ajudarão você

Andrea W
Escrito por Andrea W em dezembro 15, 2019
Baixa autoestima? Essas práticas espirituais ajudarão você
Junte-se a mais de 127.133 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Todos queremos viver uma vida alegre, cheia de sucesso, abundância e prazer.

Mas, muitas vezes, inadvertidamente, acabamos no nosso caminho.

A falta de autoestima pode prejudicar seriamente nossas maiores esperanças, sonhos e planos, pois nos convencemos de que não somos dignos de nossas aspirações – ou simplesmente azarados. 

Mas a verdade é que criamos nossa própria mentalidade, que influencia muito nossa realidade e, com uma quantidade saudável de amor próprio, tudo é possível.

Para entender verdadeiramente o valor próprio, é necessária uma certa quantidade de pesquisa na alma e trabalho nas sombras;

a autoestima envolve ter uma compreensão íntima de quem você é e um profundo senso de seu próprio valor.

Neste post vamos trazer algumas práticas para ajudar você a caminhar em direção a novas experiências. Como você vê sua autoestima pode ser um fator determinante na sua abordagem da vida.

O CRESCIMENTO PESSOAL PASSA PELA AUTOESTIMA

Ter autoestima envolve um certo grau de autocompreensão.

Quando você assume a responsabilidade por suas próprias ações e decisões, começa o verdadeiro trabalho de recuperar seu poder e autoestima. 

Ao tomar decisões que realmente ressoam com o que é saudável para você, o crescimento pessoal ocorre naturalmente.

Às vezes, a falta de autoestima pode ser rastreada até momentos em que ela seja definida e reduzida pelos julgamentos de outras pessoas. 

É importante lembrar que todos nós temos nossos próprios caminhos a percorrer e, embora o feedback de outras pessoas possa ser benéfico na busca pelo amor próprio, ele nunca o substituirá.

As seguintes técnicas espirituais podem ajudá-lo a desenvolver sua autoestima, criando práticas diárias saudáveis ​​para reforçar seu crescimento pessoal.

MEDITAÇÃO

Todos nós ouvimos os benefícios da meditação – divulgados por todos, de médicos a celebridades – como uma prática diária.

E realmente faz jus ao hype.

A meditação é uma ferramenta intrínseca ao lidar com a baixa autoestima, ajudando a criar uma distância saudável do senso percebido de si – e do ego. 

Pela primeira vez, meditar pode parecer assustador: não é perigoso se desapegar de si mesmo e isso não é contraproducente para o amor próprio?

Em suma, não. O desapego é incrivelmente útil quando se trata de lidar com pensamentos negativos.

Ao permitir o silêncio e o vazio na vida diária, é mais fácil romper com padrões e hábitos mentais destrutivos.

A meditação permite que a mente pense com mais clareza, diminuindo a velocidade dos pensamentos e aliviando a ansiedade.

ORAÇÃO E MANTRA

A oração é um aspecto integrante de quase todas as religiões e práticas espirituais do mundo.

Quer seja cantado ou sussurrado, o poder da oração vai além de sua capacidade de concentrar energia e intenção – também ajuda a diminuir a ansiedade e o estresse, diminuindo os níveis de cortisol e a pressão arterial.

A oração é uma maneira bonita de se reconectar com suas próprias raízes culturais ou explorar novos mundos e sistemas de crenças.

Você pode usar uma oração que já existe ou criar sua própria oração ou mantra para ajudá-lo a permanecer fundamentado e presente.

Seja escrita ou falada em voz alta, a oração é uma maneira poderosa de se reconectar com seu propósito mais elevado.

TRABALHANDO COM O PLEXO SOLAR

Dentro do sistema de chakras, o plexo solar mantém a energia da autoestima e confiança.

Localizado acima do umbigo e abaixo do esterno, este chakra está associado à cor amarela e ao poder do amor próprio.

Como o chakra mais afetado pela falta de autoestima, um bloqueio pode resultar em problemas físicos e emocionais.

Sintonize seu plexo solar, colocando as mãos suavemente entre o esterno e o umbigo.

Visualize uma luz amarela quente fluindo de suas mãos e engolindo seu corpo. Testemunhe as emoções que surgem durante esta prática, dando-lhes um nome.

Visualize qualquer sentimento negativo se afastando do seu corpo e deixe-o ser substituído pela luz amarela brilhante.

Aborde esta prática com um senso de diversão e alegria e permita que sua mente testemunhe o que vier à tona.

Um aspecto importante da autoestima é conhecer a si mesmo e, sintonizando as emoções armazenadas em seu corpo, você pode identificar dores não processadas e não se envolver com emoções.

Tanto a espiritualidade quanto a autoestima requerem auto realização e prática.

Se você já treinou para um esporte ou aprendeu um novo idioma, entende que dominar uma nova habilidade não acontece simplesmente da noite para o dia – é preciso diligência para formar novos hábitos para treinar seu corpo e sua mente.

Seja paciente consigo mesmo ao iniciar sua jornada em direção a um senso mais seguro de si.

O que achou das dicas? Comente

Deixe o seu comentário!

comentários

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *