Saiba quais os benefícios de ter uma mente aberta

Desenvolvimento Pessoal

Saiba quais são os benefícios de ter uma mente aberta

Andrea W
Escrito por Andrea W em fevereiro 3, 2020
Saiba quais são os benefícios de ter uma mente aberta
Junte-se a mais de 127.133 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A mente aberta é uma característica que envolve ser receptivo a uma ampla variedade de idéias, argumentos e informações.

Ser de mente aberta é geralmente considerado uma qualidade positiva. 

É uma habilidade necessária para pensar crítica e racionalmente.

Se você não está aberto a outras idéias e perspectivas, é difícil ver todos os fatores que contribuem para os problemas ou apresentar soluções eficazes.

Em um mundo cada vez mais polarizado, é importante sair da sua zona de conforto e considerar outras perspectivas e idéias.

Isso não significa que ter uma mente aberta seja necessariamente fácil.

Estar aberto a novas idéias e experiências às vezes pode levar a confusão e dissonância cognitiva quando aprendemos coisas novas que entram em conflito com as crenças existentes.

No entanto, ser capaz de mudar e revisar crenças desatualizadas ou incorretas é uma parte importante do aprendizado e do crescimento pessoal.

Se você quiser aproveitar os benefícios de ter uma mente aberta, há coisas que você pode fazer para desenvolver essa capacidade. Vamos explicar isso agora.

O QUE SIGNIFICA TER A MENTE ABERTA?

Existem alguns aspectos diferentes da mente aberta:

No uso cotidiano, o termo mente aberta é frequentemente usado como sinônimo de ser sem preconceitos ou tolerante.

De uma perspectiva psicológica, o termo é usado para descrever como as pessoas estão dispostas a considerar outras perspectivas ou a experimentar novas experiências.

A mente aberta também pode envolver fazer perguntas e ser ativo na busca de informações que desafiam suas crenças.

Também abrange a crença de que outras pessoas devem ser livres para expressar suas crenças e argumentos, mesmo que você não concorde necessariamente com essas visões.

O oposto de mente aberta é mente fechada ou dogmática.

Pessoas com uma mente mais fechada geralmente só estão dispostas a considerar seus próprios pontos de vista e não são receptivas a outras idéias.

CONSIDERE OUTRAS PERSPECTIVAS 

Mesmo se você se considera uma pessoa de mente bastante aberta, provavelmente existem certos tópicos sobre os quais você assume uma posição muito mais difícil.

Coisas pelas quais você é apaixonado ou questões sociais, por exemplo. 

Ter convicções pode ser uma grande coisa, mas uma crença forte não nega uma mente aberta.

Ser de mente aberta significa ter a capacidade de considerar outras perspectivas e tentar ser empático com outras pessoas, mesmo quando você não concorda com elas.

Obviamente, a mente aberta tem seus limites.

Isso não implica que você deve simpatizar com toda ideologia.

Mas fazer um esforço para entender os fatores que podem ter levado a essas idéias pode ser útil para encontrar maneiras de convencer as pessoas a mudar de ideia.

CARACTERÍSTICAS DAS PESSOAS DE MENTE ABERTA

  • Eles estão curiosos para ouvir o que os outros pensam;
  • Eles são capazes de ter suas idéias desafiadas;
  • Eles não ficam com raiva quando estão errados;
  • Eles têm empatia por outras pessoas;
  • Eles pensam sobre o que as outras pessoas estão pensando;
  • Eles são humildes quanto ao seu próprio conhecimento e experiência;
  • Eles querem ouvir o que as outras pessoas têm a dizer;
  • Eles acreditam que os outros têm o direito de compartilhar suas crenças e pensamentos.

OS BENEFÍCIOS DE TER UMA MENTE ABERTA 

Quais são alguns dos benefícios de ter uma mente mais aberta?

OBTENDO INFORMAÇÕES 

Desafiando suas crenças existentes e considerando como novos pensamentos podem fornecer novas idéias, não apenas sobre o mundo; também pode ensinar coisas novas sobre você.

NOVAS EXPERIÊNCIAS 

Estar aberto a outras idéias também pode te abrir para novas experiências.

ATINGIR O CRESCIMENTO PESSOAL

Manter a mente aberta pode ajudá-lo a crescer como pessoa.

Você aprende coisas novas sobre o mundo e as pessoas ao seu redor.

TORNANDO-SE MENTALMENTE FORTE

Manter-se aberto a novas idéias e experiências pode ajudá-lo a se tornar uma pessoa mais forte e vibrante.

Suas experiências e conhecimentos continuam a se desenvolver.

SENTINDO-SE MAIS OTIMISTA

Um dos problemas em manter a mente fechada é que muitas vezes leva a um maior senso de negatividade.

Ser aberto pode ajudar a inspirar uma atitude mais otimista em relação à vida e ao futuro.

APRENDENDO COISAS NOVAS

É difícil continuar aprendendo quando você se envolve com as mesmas ideias antigas.

Ultrapassar seus limites e alcançar pessoas com diferentes perspectivas e experiências pode ajudar a manter sua mente fresca.

FATORES QUE INFLUENCIAM A MENTE ABERTA 

Há várias coisas que podem afetar a mente aberta ou fechada de uma pessoa:

PERSONALIDADE

No modelo de cinco fatores da personalidade humana , a abertura à experiência é uma das cinco grandes dimensões que compõem a personalidade humana.

Esse traço de personalidade compartilha muitas das mesmas qualidades com a mente aberta, como estar disposto a considerar novas experiências e idéias e se envolver no auto-exame.

PERÍCIA

Pesquisas sugerem que as pessoas esperam que os especialistas sejam mais dogmáticos sobre sua área de especialização.

Quando as pessoas sentem que têm mais conhecimento ou habilidade em uma área do que outras pessoas, é menos provável que tenham uma mente aberta.

Os pesquisadores descobriram que dar aos participantes um feedback falso positivo ou falso negativo sobre seu desempenho em uma tarefa influenciou o quão fechados eles estavam em considerar uma opinião política alternativa.

QUÃO DIFÍCIL É SE TORNAR UM ESPECIALISTA?

CONFORTO COM AMBIGUIDADE

As pessoas têm níveis variados de conforto ao lidar com a incerteza.

Muita ambiguidade deixa as pessoas se sentindo desconfortáveis ​​e até angustiadas.

Às vezes, o dogmatismo é uma tentativa de manter as coisas mais simples e fáceis de entender.

Ao rejeitar idéias alternativas que podem desafiar o status quo, as pessoas são capazes de minimizar a incerteza e o risco – ou pelo menos sua percepção de risco.

Pesquisas mais antigas apoiam essa ideia, sugerindo que as pessoas de mente fechada são menos capazes de tolerar inconsistências cognitivas.

Embora alguns dos fatores que determinam a sua mente aberta sejam características inatas, há coisas que você pode fazer para cultivar uma mentalidade mais aberta.

COMO SER MAIS ABERTO

Aprender a ter uma mente mais aberta é possível, mas pode ser um desafio.

De muitas maneiras, nossas mentes são projetadas para ver os conceitos como um todo.

Desenvolvemos uma ideia ou uma categoria de conhecimento, que o psicólogo Jean Piaget chamou de esquema. 

À medida que encontramos novas informações, tendemos a querer classificá-las em um de nossos esquemas existentes em um processo mental conhecido como assimilação.

Às vezes, no entanto, as coisas novas que aprendemos não se encaixam no que já sabemos.

Nesse caso, temos que ajustar nossa compreensão do mundo em um processo conhecido como acomodação.

Essencialmente, temos que mudar a maneira como pensamos para lidar com essas novas informações.

A assimilação tende a ser um processo bastante fácil; afinal, você está apenas arquivando novas informações em seu sistema de arquivamento existente. A acomodação é mais difícil.

Você não está apenas colocando algo em um arquivo existente; você está criando um sistema de arquivamento totalmente novo.

REPENSE

Às vezes, novas informações exigem repensar as coisas que você pensou que sabia.

Requer reavaliar suas memórias e experiências passadas à luz do que você aprendeu.

Para fazer isso, você deve deixar de lado seus julgamentos, examinar seriamente as evidências existentes e admitir que estava errado.

Esse processo pode ser difícil, confuso e às vezes doloroso ou transformador.

É preciso muito esforço mental, mas aqui estão algumas das coisas que você pode fazer para treinar seu cérebro a ter uma mente mais aberta.

LUTE CONTRA O VIÉS DE CONFIRMAÇÃO 

Uma tendência cognitiva conhecida como viés de confirmação pode ser um dos maiores contribuintes para a mente fechada. Superar essa tendência, no entanto, pode ser um pouco complicado. 

O viés de confirmação envolve prestar mais atenção às coisas que confirmam nossas crenças existentes e, ao mesmo tempo, descontar as evidências que desafiam o que pensamos.

Estar ciente do viés de confirmação é talvez uma das melhores maneiras de combatê-lo.

Ao encontrar informações, reserve um momento para considerar como esse viés pode afetar a maneira como você as avalia. 

Se parece que você está aceitando prontamente algo porque suporta seus argumentos existentes, reserve um momento para considerar alguns argumentos que possam desafiar suas idéias. 

Aprender a avaliar fontes de informação e aprender a ser um consumidor informado de histórias científicas nas notícias também pode ser útil.

 

COMO OS VIESES COGNITIVOS INFLUENCIAM COMO VOCÊ PENSA E AGE

PERGUNTE

A maioria das pessoas gosta de acreditar em seu próprio senso de virtude intelectual.

E, sob muitos aspectos, é importante poder confiar e ter fé em suas próprias escolhas.

Mas é bom lembrar que o que pode parecer resoluto e comprometido com certos ideais pode realmente ser uma forma de teimosia de mente fechada.

Parte de ter uma mente aberta envolve ser capaz de questionar não apenas os outros, mas também a si mesmo.

Ao encontrar novas informações, faça algumas perguntas importantes:

  • Quanto você realmente sabe sobre o assunto?
  • Quão confiável é a fonte?
  • Você já considerou outras idéias?
  • Você tem algum viés que possa estar influenciando seu pensamento?

Em muitos casos, esse tipo de auto-questionamento pode ajudar a aprofundar seu compromisso com suas crenças.

Ou pode fornecer informações que você não tinha considerado antes.

DÊ TEMPO AO TEMPO

Quando você ouve algo que não concorda, seu primeiro instinto pode ser discordar ou simplesmente desligar.

Em vez de ouvir ou considerar a outra perspectiva, você entra em um modo de pensar em que está apenas tentando provar que a outra pessoa está errada, às vezes antes mesmo de ter a chance de considerar todos os pontos.

É fácil se envolver na resposta emocional que você tem a alguma coisa.

Você discorda, não gosta do que ouviu e pode até querer que a outra pessoa saiba o quanto está errada.

O problema com esse tipo de resposta rápida é que você está agindo no calor do momento, não tendo tempo para realmente considerar todos os aspectos do problema e, provavelmente, não discutindo tudo isso de maneira eficaz.

A alternativa é se dar um breve período para considerar os argumentos e avaliar as evidências.

Depois de ouvir algo, reserve alguns momentos para considerar os seguintes pontos antes de responder:

  • Seus argumentos são baseados em várias fontes?
  • Você está disposto a revisar sua opinião diante de evidências conflitantes?
  • Você manterá sua opinião mesmo que a evidência a desconte?

A mente aberta requer mais esforço cognitivo que o dogmatismo.

Estar disposto a considerar outras perspectivas pode ser um desafio, mas pode ser ainda mais difícil quando você acaba tendo que revisar suas próprias crenças como resultado.

 

PRATIQUE A HUMILDADE INTELECTUAL

Mesmo se você for um especialista em um tópico, tente ter em mente que o cérebro é muito mais imperfeito e impreciso do que a maioria de nós deseja admitir.

Como a pesquisa mostrou, o conhecimento de algo pode realmente contribuir para a mente fechada.

Quando as pessoas pensam que são uma autoridade em um tópico ou acreditam que já sabem tudo o que há para saber, estão menos dispostas a receber novas informações e a ter novas idéias.

Isso não apenas limita seu potencial de aprendizado, mas também pode ser um exemplo de viés cognitivo conhecido como efeito Dunning-Kruger.

Esse viés leva as pessoas a superestimar seu próprio conhecimento de um tópico, tornando-as cegas à sua própria ignorância.

Os verdadeiros especialistas tendem a ser mais humildes quanto ao seu conhecimento; eles sabem que sempre há mais para aprender. Então, se você acha que sabe tudo, é provável que não saiba.

Como o comunicador científico e a personalidade da televisão Bill Nye disse uma vez: “Todo mundo que você conhece conhece algo que não conhece.”

Sem uma mente aberta, você nunca terá a oportunidade de considerar essas outras perspectivas e experiências. Você nunca vai saber o que os outros sabem.

UMA PALAVRA DE VERYWELL

Ser de mente aberta pode ser difícil. Não ajuda que nossas mentes sejam frequentemente voltadas para a conservação da energia cognitiva, contando com atalhos e simplificação.

Mesmo que a mente aberta não seja natural para você, há coisas que você pode fazer para cultivar uma atitude receptiva que o deixa aberto a novas perspectivas, conhecimentos, pessoas e experiências.

Então! Você é um mente aberta? Comente!

Deixe o seu comentário!

comentários

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *