&noscript=1"/>

Direito Civil e Processo Civil

Facebook admite falha em proteção de dados de usuários da rede

Professor Gama
Escrito por Professor Gama em abril 11, 2018
Facebook admite falha em proteção de dados de usuários da rede
Junte-se a mais de 127.133 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Mark Zuckerberg prestou depoimento no Senado americano nesta terça-feira (10), sobre o caso de uso indevido de dados de usuários do Facebook.

Facebook
Na foto, Mark Zuckerberg, presidente-executivo do Facebook. Foto: Leah Millis/Reuters – Reprodução G1

Nem tudo são flores para CEOs de grandes empresas, como o Facebook. Após o escândalo envolvendo o uso de dados de usuários da rede social pela empresa Cambridge Analytica, o CEO e fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, teve que prestar depoimento sobre o caso no senado dos Estados Unidos (EUA).

A primeira audiência ocorreu nessa terça-feira (10) no Congresso americano e teve duração de quase cinco horas. Zuckerberg também falará sobre o assunto nesta quarta (11) na Câmara.

O CEO do Facebook foi pressionado com perguntas feitas pelos senadores. Eles querem esclarecimentos sobre o uso de informações pessoais dos usuários da empresa e como é o funcionamento da política de privacidade da rede social.

Fundador do Facebook admite que cometeu um grande erro

Zuckerberg assumiu que houve falhas da empresa no episódio envolvendo o Facebook e na garantia da proteção de dados dos usuários.

“Não tivemos uma visão o suficientemente ampla da nossa responsabilidade, e isso foi um grande erro. E foi erro meu. E sinto muito”, afirmou Zuckerberg durante a audiência.

O CEO disse que já está tomando providências e medidas para que casos como esse não se repitam.

Um dos senadores presentes afirmou que não vê como isso pode ser feito, já que a rede social monetiza as informações de seus usuários em troca de privacidade e que não tem certeza sobre ações concretas por parte da companhia, a não ser que haja regras externas.

Em resposta a várias cobranças sobre seguir uma regulação externa, Zuckerberg acha importante seguir as normas legais.

“Nossa posição não é de que a regulação é ruim. A questão real é: qual é o arcabouço correto. Os detalhes importam”, disse.

Vamos acompanhar os próximos capítulos dessa discussão.  

Inscreva-se em nosso Canal no Youtube

 

Deixe o seu comentário!

comentários

Advogado e Empresário. Diretor de Marketing da Agencia Professor Gama

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *