Gestão Empresarial e Empreendedorismo Avançado

Facebook sofre pressão dos EUA e Europa sobre vazamento de dados

Professor Gama
Escrito por Professor Gama em março 21, 2018
Facebook sofre pressão dos EUA e Europa sobre vazamento de dados
Junte-se a mais de 127.133 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Facebook sofre pressão dos EUA e Europa sobre vazamento de dados

Facebook e Informações de mais de 50 milhões de usuários da rede social foram usadas por empresa ligada à campanha de Donald Trump.

Facebook-sofre-pressao-dos-eua-e-europa
Facebook-sofre-pressao-dos-eua-e-europa

O Facebook está sendo investigado sobre um possível vazamento de dados de milhares de usuários da rede social.

Tudo começou com uma denúncia contra uma consultoria política de Londres, a Cambridge Analytica, que teria sido contratada pelo atual governo dos Estados Unidos para acessar de forma indevida os dados de 50 milhões de usuários do Facebook.

O objetivo era influenciar o voto dos eleitores durante a campanha de Donald Trump à presidência em 2016.

Facebook e suas informações foram coletadas por um aplicativo chamado thisisyourdigitallife (essa é sua vida digital, em português), que pagou centenas de milhares de usuários pequenas quantias para que eles fizessem um teste de personalidade e concordassem em ter seus dados coletados para uso acadêmico.

O app foi desenvolvido por Aleksandr Kogan, um pesquisador da Universidade de Cambridge, no Reino Unido (a universidade não tem ligações com a Cambridge Analytica).

Segundo informações do jornal Folha de SP, parlamentares dos EUA e Europa estão investigando como a consultoria obteve acesso aos dados e por que o Facebook não comunicou seus usuários.

Facebook e a Repercussão do caso

Com a repercussão do caso, a rede social teve queda na bolsa de valores, chegando a US$ 35 bilhões (ou aproximadamente R$ 115,5 bilhões) entre a manhã e o anoitecer de segunda-feira, e seguiram caindo nesta terça (20).

Esta é a maior redução percentual em valor de mercado do FB em um só dia em quatro anos.

A Cambridge Analytica nega todas as informações publicadas pela mídia e diz ter eliminado os dados depois de saber que não estavam de acordo com as regras de proteção de dados.

O FB contratou auditores forenses para investigar se a consultoria ainda possui os dados.

No entanto, a empresa teve que suspender a auditoria, depois do órgão de vigilância e proteção de dados do Reino Unido ter solicitado.

O órgão alega que a ação poderia prejudicar a integridade das investigações pelos reguladores.

O que você acha sobre o assunto? Comente!

Inscreva-se em nosso Canal no Youtube

 

Deixe o seu comentário!

comentários

Advogado e Empresário. Diretor de Marketing da Agencia Professor Gama

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Junte-se a mais de 127.133 pessoas