&noscript=1"/>

Desenvolvimento Pessoal

Dicas para gerenciar o estresse comendo

Andrea W
Escrito por Andrea W em janeiro 15, 2020
Dicas para gerenciar o estresse comendo
Junte-se a mais de 127.133 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Você já sentiu vontade de comer um pedaço de bolo de chocolate ou um saco de batatas fritas depois de um dia estressante no trabalho? Se assim for, você não está sozinho.

Estudos mostram que eventos estressantes ativam sistemas associados ao metabolismo, cognição e recompensa.

O que isso significa para a sua cintura? Isso significa que a barra de chocolate que você está buscando após um evento estressante (ou uma série de eventos estressantes) pode ser impulsionada por uma combinação de fatores fisiológicos e psicológicos. 

Uma mulher se senta no sofá, comendo pipoca.

Como o estresse afeta seu apetite?

Estudos mostram que mulheres com altos  níveis de estresse crônico tendem a se alimentar emocionalmente.

Além das respostas psicológicas ao estresse, também pode haver respostas fisiológicas.

Então, que tal gerenciar esse estresse que tentamos aliviar com os alimentos?

Neste post trazemos dicas pra você que um dia já passou por isso ou pode de estar passando.

QUAL O PERÍODO DO DIA É MAIS COMUM O CORPO ESTRESSAR?

Durante um evento estressante, o corpo libera cortisol, um hormônio que ajuda o corpo a se proteger.

No entanto, se os níveis de cortisol forem elevados por um período prolongado, como durante estressores repetidos e constantes, isso pode levar ao aumento do consumo de alimentos, armazenamento de gordura e ganho de peso.

De acordo com um  estudo do Departamento de Psiquiatria e Ciências Comportamentais da Johns Hopkins, o tempo pode desempenhar um papel nas respostas do apetite e dos hormônios intestinais aos desafios das refeições e do estresse. 

Um desafio é usado em pesquisas para ver como as pessoas reagem a diferentes alimentos ou fatores de estresse.

Este estudo mostrou que “a tarde/noite pode ser um período de alto risco para comer demais, principalmente quando combinado com a exposição ao estresse, e para aqueles com compulsão alimentar”.

Isso significa que sua viagem para casa ou jantar pode ser um período em que você tem maior probabilidade de comer mais do que deveria.

Para ajudar a reduzir essa chance, preste atenção aos hábitos de lanches após um longo dia de trabalho para ajudar a evitar o ganho de peso.

Tente preparar lanches com antecedência para controlar o tamanho da porção ou até mesmo usar um diário de alimentos para rastrear o que você come, quanto e quando.

COMO ALIVIAR O ESTRESSE

O estresse pode fazer parte da vida, mas não precisa ser o melhor de você.

Siga estas 3 dicas cotidianas para gerenciamento do estresse

1. PRATIQUE UMA ALIMENTAÇÃO CONSCIENTE

Saiba que seu desejo pode ser o resultado de um evento estressante e pergunte a si mesmo: você está realmente com fome? Aguarde alguns minutos antes de comer.

2. ENCONTRE OPÇÕES MAIS SAUDÁVEIS

Se você ainda sente a necessidade de um lanche, considere uma opção com menos calorias e menos gordura do que o que você pode ter escolhido anteriormente.

Aqui estão alguns lanches saudáveis:

ALGO DOCE

Corte uma maçã e espalhe um pouco de manteiga de amendoim.

A combinação de carboidratos, proteínas e gorduras saudáveis ​​deve ajudar a reduzir o apetite e satisfazer a necessidade de um doce.

ALGO SABOROSO

Considere adicionar hummus a ovos cozidos para uma opção de lanche com menos calorias e alta proteína.

3. OBSERVE O TAMANHO DA PORÇÃO

Em vez de levar a caixa inteira com você, coloque uma quantidade do tamanho de um lanche em um prato.

Verifique a embalagem para ver qual é o tamanho de uma porção e tente se ater a isso.

Mas lembre-se, mesmo com essas dicas, é sempre uma boa ideia consultar seu médico ou nutricionista quando você faz alterações em sua dieta.

Deixe o seu comentário!

comentários

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *