&noscript=1"/>

Desenvolvimento Pessoal

Habilidades de resolução de conflitos para um relacionamento saudável

Andrea W
Escrito por Andrea W em janeiro 12, 2020
Habilidades de resolução de conflitos para um relacionamento saudável
Junte-se a mais de 127.133 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

O conflito é uma parte previsível de praticamente todos os relacionamentos.

Também pode ser uma fonte significativa de estresse.

Portanto, na maioria dos conflitos, é importante encontrar uma resolução.

Isso parece uma afirmação óbvia, mas muitas pessoas reprimem a raiva ou simplesmente ‘se dão bem’.

Eles acham que, ao lidar com um conflito, estão criando um e simplesmente ficam quietos quando aborrecidos.

Infelizmente, essa não é uma estratégia saudável de longo prazo.

Conflitos não resolvidos podem levar a ressentimentos e conflitos não resolvidos adicionais no relacionamento.

Ainda mais importante, o conflito contínuo pode realmente ter um impacto negativo na sua saúde e longevidade.

Vamos falar mais sobre isso, continue lendo!

RESOLVA SEU CONFLITO PARA UMA RELAÇÃO SAUDÁVEL

Infelizmente, a resolução de conflitos também pode ser complicada.

Se tratadas incorretamente, as tentativas podem realmente piorar a desavença.

Por exemplo, o pesquisador John Gottman e seus colegas estudaram a maneira como os casais brigam e podem realmente prever quais casais irão se divorciar observando suas habilidades de resolução de conflitos – ou a falta delas.

(Dica: se você está constantemente criticando o seu parceiro ou desligando durante discussões em vez de enfrentar conflitos de maneira proativa e respeitosa, cuidado.

Para aqueles que não nasceram em uma família em que as habilidades perfeitas de resolução de conflitos eram modeladas diariamente (e – vamos ser sinceros – quantos de nós éramos?), aqui estão algumas diretrizes para tornar a resolução de conflitos mais simples e menos estressante.

ENTRE EM CONTATO COM SEUS SENTIMENTOS

Um componente importante da resolução de conflitos envolve apenas você – saber como se sente e por que se sente assim.

Pode parecer que seus sentimentos já devam ser óbvios para você, mas nem sempre é esse o caso. 

Às vezes você sente raiva ou ressentimento, mas não sabe o porquê.

Outras vezes, você sente que a outra pessoa não está fazendo o que ‘deveria’, mas não sabe exatamente o que deseja dela ou se é mesmo razoável.

O registro no diário pode ser uma maneira eficaz de entrar em contato com seus próprios sentimentos, pensamentos e expectativas. 

Às vezes, esse processo traz alguns problemas bastante pesados, e a psicoterapia pode ser útil.

APRIMORE SUAS HABILIDADES DE ESCUTA 

Quando se trata de uma solução eficaz de conflitos, a eficácia com que ouvimos é pelo menos tão importante quanto a maneira como nos expressamos.

É vital entender a perspectiva da outra pessoa, e não apenas a nossa, se quisermos chegar a uma resolução.

De fato, apenas ajudar a outra pessoa a se sentir ouvida e compreendida às vezes pode ajudar bastante na resolução de um conflito.

Uma boa audição também ajuda você a preencher a lacuna entre vocês, entender onde está a desconexão entre outras.

Infelizmente, a escuta ativa é uma habilidade que nem todo mundo conhece.

É comum as pessoas pensarem que estão ouvindo, enquanto na cabeça estão realmente formulando sua próxima resposta.

Ou até pensando consigo mesmas como a outra pessoa está errada além de tentar entender a perspectiva do outro.

Também é comum ser tão defensivo e arraigado em sua própria perspectiva que você literalmente não consegue ouvir o ponto de vista da outra pessoa.

PRATIQUE COMUNICAÇÃO ASSERTIVA

Comunicar claramente seus sentimentos e necessidades também é um aspecto importante da resolução de conflitos.

Como você provavelmente sabe, dizer a coisa errada pode ser como jogar combustível no fogo e piorar tudo. 

O importante a lembrar é dizer o que está em sua mente de uma maneira clara e assertiva, sem ser agressivo ou colocar a outra pessoa na defensiva.

Uma estratégia eficaz de resolução de conflitos é colocar as coisas em termos de como você se sente.

E não do que você pensa que a outra pessoa está fazendo de errado, usando as declarações ‘Eu sinto’.

5 ETAPAS SIMPLES PARA COMUNICAÇÃO ASSERTIVA

PROCURE UMA SOLUÇÃO

Depois de entender a perspectiva da outra pessoa, e ela a sua, é hora de encontrar uma solução para o conflito – uma solução com a qual ambos possam viver.

Às vezes, uma resposta simples e óbvia surge quando ambas as partes entendem a perspectiva da outra pessoa. 

Nos casos em que o conflito foi baseado em um mal-entendido ou na falta de discernimento do ponto de vista do outro, um simples pedido de desculpas pode fazer maravilhas e uma discussão aberta pode aproximar as pessoas.

Outras vezes, é necessário um pouco mais de trabalho.

Nos casos em que há um conflito sobre um problema e as duas pessoas não concordam, você tem algumas opções.

As vezes você pode discordar, outras pode encontrar um compromisso ou meio termo.

Em alguns casos, a pessoa que se sente mais forte sobre um problema pode acontecer, com o entendimento de que eles concederão na próxima vez.

O importante é chegar a um lugar de entendimento e tentar resolver as coisas de uma maneira que respeite todos os envolvidos.

SAIBA QUANDO NÃO ESTÁ FUNCIONANDO

Devido ao pedágio que o conflito em curso pode exigir de uma pessoa, às vezes é aconselhável colocar alguma distância no relacionamento ou cortar completamente os laços.

Em casos de abuso, técnicas simples de resolução de conflitos podem levá-lo até agora e a segurança pessoal precisa ter prioridade.

Ao lidar com familiares difíceis, por outro lado, adicionar alguns limites e aceitar as limitações da outra pessoa no relacionamento pode trazer alguma paz.

Nas amizades que não são favoráveis ​​ou caracterizadas por conflitos contínuos, o desapego pode ser uma grande fonte de alívio do estresse.

Somente você pode decidir se um relacionamento pode ser melhorado ou deve ser deixado para trás.

Você com certeza já esteve envolvida com algum conflito, então agora que trouxemos essas dicas, que tal compartilhar elas com seus amigos?

Deixe o seu comentário!

comentários

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *