Pedagogia pandêmica: o ensino remoto melhorará a educação?

Artigos

Pedagogia pandêmica: o ensino remoto melhorará a educação?

Andrea W
Escrito por Andrea W em setembro 7, 2020
Pedagogia pandêmica: o ensino remoto melhorará a educação?
Junte-se a mais de 127.133 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Os professores de todo o país estão online atendendo pelo ensino remoto. O que isso significa para o futuro da educação?

Em um artigo recente do  New York Times, David Deming  abordou as mudanças para o ensino superior provocadas pela pandemia do Coronavirus.

Embora o objetivo seja acalmar os temores de professores, que podem ver seus empregos ameaçados pela instrução online, e alunos que podem ver isso como o futuro da educação, há muitos pontos que merecem mais reflexão.

Traremos neste post, três esclarecimentos importantes e necessários sobre o ensino remoto.

 

PANDEMIA E ENSINO REMOTO

O que está acontecendo com o ensino remoto? Temos 3 pontos importantes para você entender como anda esse processo.

 

ENSINAR É MAIS DO QUE ENTREGAR CONTEÚDO

Aulas síncronas projetadas para manter os mesmos dias e horários que as aulas presenciais são um fator importante que distingue o Ensino Remoto de Emergência (ERT) da educação online, que tende a usar aulas assíncronas (se houver), permitindo que os alunos obtenham o conteúdo em seus próprios horários.

O “Ensino remoto de emergência” é um termo alternativo comum usado por pesquisadores da educação online e profissionais para estabelecer um claro contraste em relação ao que muitos de nós conhecemos como educação online de alta qualidade. 

Embora as palestras online estejam ficando mais baratas e eficazes, a educação é mais do que apenas palestras e é preciso prestar atenção ao envolvimento do aluno com a pedagogia projetada para aumentar o envolvimento e construir uma comunidade.

Além de apenas palestras, a chave para ERT e aprendizado online (e aulas presenciais também) são as atividades usadas para promover a discussão, o envolvimento e o aprendizado ativo.

MESMO IRREGULAR, A ERT PODE SER APLICADA A TODA A EDUCAÇÃO

Seja presencial ou online, existem ótimos professores em sala de aula e professores ruins. Existem aulas online eficazes e aulas ineficazes.

Até mesmo um quadro-negro pode ser mal utilizado. Da mesma forma, devemos ficar atentos a bons exemplos de ERT nos próximos meses.

Nosso desafio é capturá-los e compartilhá-los.

MANTER A EDUCAÇÃO DE TODAS AS FORMAS 

Finalmente, não podemos esquecer que manter a educação em andamento, seja em ambientes físicos ou ensino superior por meio de instrução online não é o mesmo que se praticava antes da pandemia ou seja,  “aprendizagem online” ou “eLearning”.

Os educadores que continuam ensinando estão aplicando ERT, uma forma diferente.

Muito do que está escrito em torno de ERT agora está relacionado ao fato de ser bom  e eficiente.

O que é boa educação?Fatores como tutoria, feedback individualizado e mentoria são elementos essenciais para uma aprendizagem bem-sucedida.

Esses fatores são frequentemente negligenciados quando pensamos em simplesmente mover a instrução face a face remotamente.

AVALIAR OS CURSOS CONSTANTEMENTE

O que precisa ser enfatizado é que TODA a educação precisa ser examinada para estabelecer se esses fatores estão presentes.

Devemos sempre comparar diferentes pedagogias.

Em vez de apenas perguntar se a ERT durante a pandemia é o mesmo que a instrução presencial normal, precisamos sempre avaliar nossos cursos.

Há uma abundância de pesquisas sobre se os cursos online se comparam aos cursos presenciais (depende, mas eles se comparam), mas também deveríamos estar perguntando se os cursos de verão se comparam aos cursos regulares ou se os cursos de 6 semanas são iguais ao semestre completo de cursos (uma vez que atribuem os mesmos créditos).

ENSINO SUPERIOR SENSÍVEL

Na verdade, o escrutínio da ERT destaca a que o ensino superior deve ser mais sensível em geral.

Os alunos estão enfrentando desafios significativos com a ERT por causa do acesso à internet, estresse e ansiedade devido à pandemia, condições de vida instáveis ​​e problemas de saúde física e mental.

Embora muitos dos alunos sempre enfrentaram esses desafios! Agora, talvez estejamos em uma posição melhor para resolver esse problema, mesmo depois da pandemia.

A vantagem da ERT durante a pandemia é que ela nos fará perceber como a tecnologia pode ajudar no aprendizado.

Também nos forçará a considerar o que perdemos com o ensino presencial e que não poderíamos compensar.

Estamos utilizando o nosso tempo face a face da melhor forma?

O que os alunos ganham com a vinda para a faculdade presencial?

As formas como a comunidade é construída, os alunos estão envolvidos e a presença do instrutor sentida no ERT e no ensino online pode ser elevadas em aulas presenciais com tecnologia?

Podemos avaliar o aprendizado através das modalidades mais de perto e, o mais importante, catalisar mais estudos sobre ensino e aprendizagem à medida que tentamos determinar o que funcionou durante essa ruptura e para quem.

Deixe o seu comentário!

comentários

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *