Startup auxilia empresas na recomendação de produtos e serviços | Gama de Medeiros

Notícias

Startup auxilia empresas na recomendação de produtos e serviços

Professor Gama
Escrito por Professor Gama em julho 26, 2017
Startup auxilia empresas na recomendação de produtos e serviços
Junte-se a mais de 127.133 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Startup criou o Buzzlead que funciona via WhatsApp e estimula clientes a indicarem empresas que tenham gostado. Conheça!

 

Startup utiliza whatsapp para indicar produtos e serviços e fechar compras
Startup utiliza whatsapp para indicar produtos e serviços e fechar compras

 

O segredo do sucesso de qualquer negócio é manter o cliente satisfeito. E há muitas formas de se fazer isso.

Otimizando o atendimento, dando voz ativa ao cliente, se puxando no pós-atendimento e não menos importante:

oferecendo produtos e serviços de qualidade.

Com todas estas iniciativas dedicadas ao cliente, pode ser que no momento de recomendar o uso de um produto ou serviço sua empresa ainda precise de uma ajuda.

E isso pode ser encontrado na proposta da startup Buzzlead.

Indicação como cultura de vida

A plataforma funciona via WhatsApp e seduz os clientes com recompensas para estes indicarem as empresas que tenham gostado.

A ferramenta foi pensada com base em muita pesquisa, segundo seu criador, Leandro Pereira Martins:

“Estudamos a cultura empresarial norte-americana e vimos que eles contam com os clientes para atrair novos clientes, criar programas de indicação boca a boca, mudar o paradigma de como as empresas conquistam novos consumidores e como colocá-los à frente para que eles mesmos indiquem o seu negócio”, avalia o empreendedor.

Se a boa impressão é a que fica é exatamente esse tipo de inovação que ele pretende estimular aqui.

“Nenhum meio de comunicação influencia mais do que um amigo que tenha tido uma boa impressão de uma empresa.

Se você avaliar livros que leu, filmes e séries que assistiu, restaurantes, oficinas mecânicas, médicos e lojas que frequentou, possivelmente grande parte foi de indicações de amigos.

A indicação está presente na nossa vida, mas a cultura empresarial brasileira, quando desenvolve uma estratégia de marketing, pensa em publicidade em redes sociais, rádio, TV, outdoors, revistas especializadas e outras mídias.

Mas normalmente deixa de fora o principal ativo, que é um cliente satisfeito.

E é quem mais tem poder para influenciar a escolha dessa empresa, e essa cultura do brasileiro não envolve os clientes”, explica.

Redução do ciclo de venda

O executivo informa ainda que quando ocorre uma indicação o ciclo de vendas reduz.

Pois se chega a uma forte tendência de antecipação de compra e de um aumento de 18% no ticket médio.

A plataforma possui uma estratégia que estimula quem indica e a empresa que é indicada.

Um exemplo do que já é feito por grandes negócios como Uber, Airbnb, Trello, Evernote, PayPal e Dropbox, entre muitos outros.

O Buzzlead faz uma análise da disposição do cliente do contratante para indicar o produto.

Com isso, uma estratégia é montada, e o software é configurado para que os clientes possam, a partir de alguns cliques, enviar  indicações para seus contatos.

Também é feito um trabalho de comunicação para que os funcionários do contratante possam sempre divulgar esta facilidade.

Recompensas

Para que o cliente tenha mais vontade de utilizar a ferramenta e voltar a empresa, existe um programa de recompensas para quem faz as indicações.

Nele, o contratante, acessa um painel de controle, verifica as indicações feitas, as que tiveram conversão, os grandes “embaixadores” da marca e outras informações relevantes.

Troca de ideia

Tudo teve início em 2013, quando a ideia era outra, ou melhor, quando Leandro participava de um programa de pré-aceleração de startups no Sebrae.

Com outra ideia na cabeça que não vingou, o projeto do Buzzlead cresceu e apareceu, e em 2014 recebeu uma rodada de investimentos-anjo para testes e MVP (minimum viable product).

Saiba mais em Gigante da logística busca startups de tecnologia para acelerar

E em 2016 entrou como startup na ACE, uma das mais importantes aceleradoras do país.

Agora é finalista da InovAtiva Brasil, com participação do Sebrae e resultados divulgados apenas em setembro.

Formado em ciências da computação e especialista em gerenciamento de projetos, Leandro se define como um empreendedor por natureza.

“Sempre fui focado na área de negócios e inovação, buscando encontrar soluções para problemas reais.

Comecei a definir o negócio do Buzzlead sozinho e, no decorrer do desenvolvimento trouxe um sócio.

Agora já somos uma microempresa”, diz.

Falha como parte do aprendizado na construção de startup

Com uma ideia inicial que não deu certo, Leandro deixa a dica:

“É importante entender que falhar não é sinônimo de fracassar, mas faz parte da trajetória, desde que seja visto como aprendizado.

Quem tenta e falha tem muito valor, pois isso traz aprendizado.

Não abaixe a cabeça por causa de falhas, pois elas são ótimas quando você as utiliza para tirar proveito delas”, afirma.

A propaganda boca a boca sempre foi e continuará sendo um forte meio de promover serviços e produtos entre os consumidores.

Mas por outro lado, pode ser uma grande arma para acabar com a reputação de uma empresa.

Parece que a startup Buzzlead chegou para resolver este problema. O que achou da inovação? Comente!

Baixe agora o nosso aplicativo para ter acesso a todas as nossas notícias na tela do seu celular

 

Deixe o seu comentário!

comentários

Advogado e Empresário. Diretor de Marketing da Agencia Professor Gama

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias